HOUSES-OF-EMPATHY logo-BRANCO-01

Houses of Empathy

AÇÃO

1

Team Building

2

Comunicação

3

Resolução de Problemas

4

Emoções

5

Auto-Estima

6

Empatia

7

A Casa

O Programa Anti-bullying Houses of Empathy!

 

 

Bem-vind@s ao programa Anti-bullying Houses of Empathy!

Já ouviu falar deste programa? Sabe como está organizado? Conhece as metodologias usadas?

Antes de se lançar à prática, sugerimos que veja este vídeo e conheça um pouco melhor a nossa proposta de intervenção!


Team Building

Pretende promover a cooperação e o trabalho em equipa. O grande objetivo trabalhar a coesão e o sentimento de pertença a um grupo, onde se perceba a importância que cada elemento detém para o mesmo.

Unidade 1 | Team Building

 

Apresentamos-lhe a primeira unidade deste programa: Team Building.

Através deste vídeo poderá perceber quais os principais objetivos desta unidade e qual a importância de trabalhar estas questões junto das crianças e jovens em acolhimento residencial.

Para além disso, ficará a conhecer algumas pistas e estratégias para implementar atividades de team building de forma eficaz com o seu grupo!

Relembramos que esta mesma informação se encontra em detalhe no manual Houses of Empathy.

Boa sorte!


Comunicação

Da comunicação verbal à não-verbal, espera-se que o grupo compreenda a importância de comunicar e quais os fatores que podem atuar como facilitadores ou entraves a este processo. O principal foco passa por treinar estratégias de comunicar de forma assertiva, compreendo as vantagens que este estilo de comunicação traz às relações interpessoais.

Unidade 2 | Comunicação e Assertividade - Introdução

 

A segunda unidade do programa é destinada à promoção de competências de comunicação, nomeadamente da assertividade.

Este vídeo funcionará como uma introdução à temática, à sua relevância e aos principais conceitos: Comunicação Verbal e não-verbal, Barreiras à comunicação e Estilos de comunicação.

Assim será mais simples compreender posteriormente as opções metodológicas e as atividades selecionadas para o programa.


Unidade 2 | Comunicação e Assertividade - A Prática

 

Depois de conhecer os conceitos a explorar na unidade de “Comunicação e Assertividade”, é tempo de descobrir como os abordar!

Este vídeo irá procura ilustrar a proposta prática Houses of Empathy, deixando-lhe algumas dicas de facilitação e implementação.

Um dos métodos usados nesta unidade é o role-play. Conhece-o bem? Este vídeo pode também ser um bom suporte para a implementação deste tipo de atividades.


Resolução de Problemas

Perceber como reagir perante uma situação-problema é o ponto de partida desta unidade. Pretende-se, através da apresentação de diversos desafios, que o grupo desenvolva competências de resolução de problemas. O objetivo é que, posteriormente, os jovens consigam transferir estas estratégias para os problemas que enfrentam no seu quotidiano.

Unidade 3 | Resolução de Problemas

 

O desafio na terceira unidade do programa é desenvolver competências para a resolução de problemas!

Nesta unidade apresentamos aos jovens vários desafios práticos para que experienciem e compreendam as várias fases que estão na base da resolução de um problema!

Envolve experiências que promovem a capacidade de identificação de soluções, planificação, antecipação de consequências, resistência à frustração, entre outras.

Como fazer? Saiba mais aqui!


Emoções

Reconhecer, compreender e gerir as diferentes emoções é essencial para a adaptação e integração de todos os indivíduos. Nesta unidade, focamo-nos na expressão emocional, procurando que os jovens reflitam sobre as suas emoções e desenvolvam estratégias para lidar com as mesmas no seu dia-a-dia.

Unidade 4 | Emoções - Introdução

 

Conhecer, Aceitar e Gerir as emoções são os principais objetivos desta unidade.

Consideramos que se trata de uma das unidades mais exigentes e que requer um bom entendimento da temática, nomeadamente no que diz respeito à função adaptativa que cada emoção desempenha.

Este vídeo constitui uma primeira abordagem ao tema e pretende dar resposta às seguintes questões: Qual a importância das emoções? Quais devem ser abordadas? Porquê abordar emoções neste contexto?


Unidade 4 | Emoções - A Prática

 

Identificámos diversas estratégias para vivenciar e promover a reflexão em torno das emoções. Alegria, tristeza, raiva, medo, vergonha, são algumas das emoções que pretendemos abordar nesta unidade – Conheça aqui as nossas opções para trabalhar cada uma delas!

Quer opte por um abordagem mais extensa ou mais reduzida, o importante é que os jovens percebam a importância das emoções e reflitam sobre as mesmas no contexto da casa de acolhimento e do grupo de pares!


Auto-Estima

Acreditamos que todas as pessoas são Especiais e Únicas. O desafio desta unidade é possibilitar que cada elemento do grupo perceba o que o torna especial, e que experiencie o reconhecimento das suas características positivas por parte dos restantes elementos do grupo. Aqui, o foco passa também por refletir acerca do impacto que temos no “outro” e como podemos escolher que este seja positivo ou negativo.

Unidade 5 | Autoestima

 

Esta unidade pretende passar aos jovens a ideia de que todos somos Especiais & Únicos!

A proposta Houses of Empathy passa por desafiar os jovens a elogiar e ser elogiados e a perceber o impacto que as suas palavras e ações podem provocar no “Eu” dos outros.

Fique a saber mais sobre esta abordagem onde só há espaço para coisas positivas!


Empatia

Chegou a hora de nos conseguirmos colocar no lugar do outro. Com recurso a técnicas de role-play pretende-se que o grupo consiga refletir acerca da problemática do bullying e do seu papel na dinâmica do seu grupo.

Unidade 6 | Empatia - Introdução

 

Chegámos à última unidade deste programa, a unidade de empatia!

Esta é a unidade em que são introduzidas as questões do bullying junto dos jovens.

Este primeiro vídeo é um ponto de partida à prática e pretende clarificar o conceito de bullying e empatia e acima de tudo explicar o porquê de vermos a empatia como a melhor chave para o bullying!


Unidade 6 | Empatia - A Prática

 

A proposta prática Houses of Empathy para trabalhar as questões de bullying passa por fazer com que cada jovem reflita acerca do seu papel numa situação de bullying e perceba que a responsabilidade deve ser de todos!

Para isso usamos como principal técnica o teatro fórum! O teatro fórum tem-se revelado uma ferramenta extremamente rica para trabalhar o bullying com os jovens e para explorar cenários alternativos!

Consulta este vídeo para ficares a par desta ferramenta e de outras estratégias para combater o bullying!


A Casa

Sessão a sessão, competência a comopetência a nossa casa começa a ganhar forma. Os conteúdos e reflexão desenvolvidos em cada unidade resultarão em novos contributos para a "Casa da Empatia".

Terminada a implementação do programa e deste projeto de construção, a Casa estará terminada e cheia de empatia!

Uma Casa de Empatia - Conclusão do Programa

 

Chegados ao fim desta construção desafiamos todos os profissionais a expandir p clima de empatia a toda casa. É importante que esta cultura esteja presente em todas as relações, rotinas e espaços da sua casa.

Para que todos saibam o que é esperado de si, desafiamos o grupo a criar o seu próprio código da empatia!

Quer saber como fazer? O que deve incluir? Como facilitar esta atividade? Espreite o último vídeo!

Muito obrigada por nos ter acompanhado neste caminho!